Acampando no Uruguai

Acampar no Uruguai.

Acampar em um outro país pode soar estranho ou ainda desencorajador. Mas esqueça isso no Uruguai, ele é ótimo e recebe muito bem os turistas.

Nesse post vamos falar de algumas particularidades dos campings uruguaios e alguma informações importantes para ingressar no país hermano.

Documentos (pessoal)

O mais importante: não esqueça de forma alguma a sua identidade (não pode estar aberta, rasgada, com foto de criança (em caso de adultos kkkkkk)). Eu, amigos e muita gente que conheço, já tiveram inúmeros problemas na fronteira, desde conversas na “salinha” e até o retorno para casa.

Link do governo federal: http://www.brasil.gov.br/turismo/2012/04/mercosul-com-rg

Câmbio

A forma (comprovada em várias conversas com outros viajantes) é fazer a troca por pesos em locais nem tanto “ortodoxos”. Aí vale de perguntar e se informar das melhores taxas. No Chuí, sempre faço o câmbio em uma ferragem, ainda do lado brasileiro.

Fique atento às taxas dos cartões internacionais, pois as taxas são altas e a conversão nem sempre é vantajosa.

A economia do Uruguai é altamente dolarizada, podendo ser usado na maioria dos casos. Carros, imóveis, terrenos e bens mais caros são comumente cotados em dólares.

Por segurança, sempre leve alguns dólares consigo. Nos casinos, as cotações não são das melhores.

La Barra
La Barra

Documentos (carro)

  • Carta Verde

Documento OBRIGATÓRIO para entrada dos brasileiros no Uruguai. Este documento é fácil de ser retirado, pode ser obtido em seguradoras ou mesmo nas fronteiras.

É muito importante que o carro esteja em seu nome. Se não estiver, faça os seguintes documentos:

  • Leasing: antes da viagem, converse com a financeira ou banco e peça um documento informando que você é responsável pelo carro.
  • Alienação Fiduciária: Não é um grande problema e tampouco pela lei, a entrada do carro não é permitida, mas já vi inúmeros casos em que a polícia uruguaia “encrencou” com isso. Para dirimir os problemas, procure a financeira e peça um documento informando que você está em dia com os pagamentos. Aí sim está tudo certo para casos em que a Polícia Caminera (polícia rodoviária uruguaia) te parar.
  • Carro em nome de terceiros: O dono do carro deve realizar uma declaração e registrar em cartório, informando que o condutor está permitido a sair do país com o carro. Isso garante tranquilidade na viagem.

Camping

O Uruguai é um país repleto de campings. Há opções com estrutura completa e ainda opções mais econômicas. Pode-se ainda acampar na rua, em locais apropriados.

Em La Barra mesmo é fácil encontrar Motorhomes, Trailers e barracas nos estacionamentos públicos, na beira de praia e em alguns refúgios. Fuja dos centros, eles são barulhentos.

Abaixo, alguns links de campings no Uruguai:

http://www.campingsanrafael.com.uy/

Camping com ótima estrutura, aliás, exemplar. Pode-se conseguir emprestado: parrilla, cabos de luz, pá, enxada, dentre outras ferramentas e acessórios. O valor é razoável e compatível com bons campings no Brasil. Tem ano que o valor é somente em dólar, daí a conversão sempre nos mata.

Uma boa dica para o San Rafael é realizar a reserva com alguma antecedência, pois em feriados prolongados, Carnaval e nas festas de final de ano, o camping fica lotado. Mesmo lotado, o camping permanece impecável.

http://www.campingpuntaballena.com/

Outra opção de camping mais ao sul de Punta del Este. É muito bom e ainda conta com campos de futebol, além de pias e parrillas individuais.

Este camping é muito grande e sempre tem vaga, mesmo em grandes feriados e festas. Os banheiros são dotados de caldeiras, o que sempre mantém a água quentinha para o banho.

Como ele não é muito perto da praia, alguns passantes não chegam nem a considerar ele para a estada.

http://www.fortesantateresa.com/localizacao/ (não é o site oficial, mas ajuda a se localizar)

Este camping é simplesmente impressionante. Ele possui 7 praias dentro dele. O bom é levar uma bike, ou ainda alugar um quadriculo ou moto, que estão disponíveis geralmente no verão.

Pode-se passar uma semana dentro deste parque, mas nem assim vai conseguir conhece-lo por completo.

Pode-se acampar com ou sem luz elétrica. Toda vez que passo na frente eu fico ao menos uma noite.

A estrutura do camping varia, mas sempre achei razoável, mesmo com os vasos “tchecos” no Parque Santa Tereza.

PS.: Estes vasos são aqueles que a pessoa deve agachar.

Conversando com alguns uruguaios, eles entendem que fazer o número dois “acocado” ou de cócoras, faz o momento ser mais higiênico. Eu penso seguido nisso.

Eletricidade

As tomadas são as mesmas e ao menos no lado do oceano, tudo é 220V. Dizem que a frequência da rede é diferente, mas se vai passar até um mês dificilmente terá problema com isso (nossa 60 Hertz e a deles 50 Hertz). Alguns entendidos comentam que no longo prazo o equipamento elétrico pode ser prejudicado.

Pense em levar uma bateria extra para improvisar uma lâmpada 12V. Vai que brilha um free camping e você teria que matar a bateria do carro pra achar ou fazer a sua comida.

Benefícios

Na primeira vez que estive acampando no Uruguai (2008) o governo te pagava 50 litros de gasolina em forma de incentivo. Lembro que no ano seguinte, isso já tinha acabado.

Beneficios UY1

Hoje é comum ver outdoors espalhados por cidades do sul do Brasil, mostrando que o governo uruguaio ainda está interessado em incentivar o turismo no país.

Acesse o link abaixo e confira:

http://www.turismo.gub.uy/index.php/pr/beneficios

Beneficios UY2

Em resumo, o país é muito bom para quem busca aproveitar o campismo, com diversas atrações como casinos, lindas praias (de água quase sempre geladas) ótimas para o surf e kite surf.

O Uruguai tem um ar de uma grande fazenda, imensamente hospitaleira.

Busque fazer as compras em mercados nos bairros mais afastados. Em alguns anos, conseguimos economia de mais de 20%.